quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Bolerinhos

Arrastava na voz a quentura de um lamento apaixonado que foi enchendo a sala.
O sofrimento, quando é fingido, é doce e as suas notas douradas têm a força que aproxima os corpos. As cabeças juntam-se, os corações sincronizam-se.
Tivessem os amantes, como os músicos e os poetas, a capacidade de manter a paixão no plano do fingimento e o mundo seria um sítio perfeito para se viver.


5 comentários:

  1. "Tivessem os amantes, como os músicos e os poetas, a capacidade de manter a paixão no plano do fingimento e o mundo seria um sítio perfeito para se viver."


    Enloucaste, Laruca, Cuca?
    Fingimento, entre amantes? Mastumastumastumastumastu não compreendes que, com esse fingimento, seria o término de tudo?...

    (digo eu, que abomino o sofrimento, o fingimento, etc.)

    ai.

    ResponderEliminar
  2. ♫ ♪ Fui acusada de fingir o amor
    À conta de umas mortes por aí ♪ ♫

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é tão bonito esse bolerinho cantado pelo JP Simões...

      Eliminar